25 de janeiro de 2013

            

Miss Janeiro


"Eu vou a luta. Gostaria muito que fosse mais fácil, mas....Tenho medo sim, porém esse medo não me segura, vou em busca do que eu quero... às vezes nem tenho objetivos, mas eu não paro, continuo indo sempre em frente.  No caminho me surgem ideias para ter o que eu ainda não tenho...rsrsrs. O céu não é o limite para mim.                 
Tenho uma terrível mania de tentar resolver os problemas do mundo (no caso parentes), mas estou largando isso de mão. Preciso viver a minha vida.
Sou chata às vezes com coisas fora do lugar em casa, pois sou organizada até demais...Sim, eu gosto das coisas do meu jeito....

Sou sonhadora pra caramba, tipo novelas mexicanas....adoro pensar, imaginar situações, ai....passatempo....rsrsrs"

Essa é Cheyla, a Luluzinha que ilustra o mês de janeiro do nosso calendário "Luluzinhas 2013". Aqui poderemos conhecer um pouco mais dessa Miss...

Cheyla também é mãe.

"Fui mãe super cedo. Tive muitas difículdades, mas tive também muita ajuda da minha família e sorte de abraçar as oportunidades certas e largar as que não  me levariam a lugar nenhum.
Filho não tem manual...então, cada dificuldade é um aprendizado. Já pedi desculpas para minha filha sim....rsrsrs.

"Não é fácil ser mãe, pai, dona de casa...cacete, é foda... muitas vezes tive vontade de ir para o Alasca ou um lugar onde ninguém me conhece. Gostaria de ter feito tudo junto com alguém, para ficar mais fácil cuidar de um filho...comprar um carro...uma casa....mas isso nunca foi barreira, sempre sigo em frente. Se eu tenho um problema, eu não paro, continuo andando com ele nas costas até que se resolva. Se o problema não mudar, ok, mudo eu, xô problema.... rsrsrs"

Ela é uma das idealizadoras do calendário e achou o resultado sensacional.

"Meu ego cada dia mais aumenta e me sinto cada dia mais linda...rsrsrs". 


Veja a seguir o making of do ensaio fotográfico de Cheyla





 


Cheyla trabalha e adora isso. Ama estar com amigos, assistir filmes, ficar sozinha também: "Sou estranha em relação a isso....rsrsrs"



"É, sou uma mulher de 40...rsrsrs... 39, 41...etc, ao longo dos anos você aprende, cai, levanta. Acho que nós aprendemos até no dia que morremos, então, 40 ou não...rsrsrs...não sei...continuo seguindo em frente."



"Eu espero no futuro poder ver o ser humano um pouco melhor, com menos ignorância no coração."



Um comentário:

© Mad&Cerv - 2012. Todos os direitos reservados. Design & Manutenção: Danielle Cristina R. B. dos Santos. Tecnologia do Blogger.